Números não dão razão à perseguição da torcida atleticana a Dátolo

É muito comum que torcedores peguem no pé de alguns jogadores. Normalmente, a vítima é o lateral, que joga mais perto da arquibancada. Nos últimos jogos, a torcida do Atlético Mineiro tem pegado no pé de Dátolo, meia-atacante argentino. Resolvemos, então, analisar os números de Dátolo para conferir se a torcida tem ou não razão. Também apresentaremos uma hipótese sobre o tema.



Evidentemente, o erro de Dátolo no jogo da volta contra o Internacional, que resultou no terceiro gol, fez com que a torcida ficasse brava com ele. Entretanto, o “marcação” contra Dátolo é anterior a este erro. Analisaremos, portanto, o desempenho geral do jogador na Copa Libertadores da América.

Jesus Dátolo joga no centro da linha de três meias do 4-2-3-1 do Atlético. Quando Levir resolveu entrar com o time no 4-1-4-1 contra o Colo Colo na Libertadores, Dátolo é quem fazia a função de segundo volante quando precisava. A ideia do técnico Levir Culpi foi boa. O Atlético precisava ganhar o jogo por 2 a 0 e o time, nessa formação, chegaria em bloco na frente com cinco jogadores decisivos. Na hora do aperto, Dátolo daria uma mão para o volante Rafael Carioca na marcação do meio campo e faria a saída de bola. Meia-atacante, Dátolo não foi bem na função, que normalmente não exerce, e a antipatia da torcida com ele começou ali, embora o Atlético tenha conseguido o placar desejado e a classificação.

Baseados nas estatísticas do Footstats (www.footstats.net) para os jogos do Atlético Mineiro na Copa Libertadores, percebemos que os números de Dátolo, como ressaltou Levir Culpi em recente entrevista, não são ruins. Ou, ao menos, não são diferentes de diversos ídolos da torcida atleticana.

Estatísticas de jogadores do Atlético Mineiro na Copa Libertadores 2015
Jogador
Gols
Passes certos
Passes errados
Finalizações certas
Finalizações erradas
Drible certo
Falta recebida
Perda de bola
Dátolo
0
250
25
2
5
4
19
30
Lucas Pratto
3
71
32
8
10
2
7
33
Luan
0
242
65
11
12
6
13
49
Guilherme
1
40
13
4
3
0
3
5
Carlos
1
67
8
2
3
2
4
22
Leandro Donizete
0
248
21
0
4
1
5
18
Rafael Carioca
1
366
38
3
2
2
5
11
Marcos Rocha
0
96
37
0
2
10
6
16
Patric
0
245
17
0
4
2
2
21
Fonte: www.footstats.net Seleção de dados: www.esquemastaticos.com.br

Em número de passes certos, Dátolo só perde para Rafael Carioca, que é um volante e, sabidamente, dá passes mais curtos. Ainda assim, a proporção de passes certos/errados de Dátolo (250/25) é 10, a de Rafael Carioca (366/38) é 9. Ou seja, muito próximo e melhor. Leandro Donizete (248/21), também volante, tem 11,8 e Patric (245/17), outro perseguido pela torcida, tem 14. Isto é, Dátolo e Patric, alvos da torcida, além de Leandro Donizete, têm os melhores aproveitamentos do time em passes.

Dátolo finaliza menos (7) que os atacantes Lucas Pratto (18) e Luan (23), mas o mesmo que Guilherme (7) — que, ressalte-se, jogou menos jogos que Dátolo —, mais que o atacante Carlos (5) e mais que os demais meias selecionados aqui para análise. Além disso, ele é o líder em faltas recebidas (19), o que mostra, juntamente com o número de passes, que participa muito do jogo.

Então, onde estaria a falha de desempenho de Dátolo que justifica a perseguição da torcida? Um número é bem negativo para Dátolo: a quantidade de bolas perdidas. Ele perdeu 30 bolas no torneio. É normal que atacantes percam muita bola, já que muitas vezes estão mais isolados na frente, sem muitas opções de passe e, nesses casos, tentam o drible. Mas, para um meia, mesmo um meia-atacante como Dátolo, que normalmente joga centralizado, é um número péssimo.

Entretanto, Carlos, atacante pelos lados que teve um perfil bem mais defensivo na Copa Libertadores, perdeu 22 bolas. O jogador que mais perde bolas no Atlético não é Dátolo. Este número negativo é de Luan, com 49 bolas perdidas, um verdadeiro xodó da torcida. Então, por que tanta idolatria a Luan e tanta perseguição a Dátolo? Outros números talvez expliquem.

Desarmes de jogadores do Atlético Mineiro na Copa Libertadores (jogadores selecionados)
Jogador
Desarme certo
Desarme errado
Luan
21
2
Rafael Carioca
20
3
Leandro Donizete
10
3
Dátolo
6
2
Fonte: www.footstats.net Seleção de dados: www.esquemastaticos.com.br


Selecionamos alguns jogadores pela função exercida (volantes) e pelo apoio, ou não, da torcida. Por ele, podemos começar a entender a idolatria por Luan. Ele, mesmo sendo um meia-atacante pelos lados, desarma mais que os volantes titulares. Entretanto, um mito da torcida atleticana cai. É comum que Levir Culpi saque Leandro Donizete dos jogos em que o Atlético precisa ser mais ofensivo. A torcida e os comentaristas esportivos normalmente reclamam e não entendem por que, nesses casos, Rafael Carioca não é o escolhido para sair. Bom, os números dão razão a Levir Culpi. Rafael Carioca desarma duas vezes mais que Leandro Donizete. O argumento de que joga mais tempo também não se sustenta. Rafael errou três dos 23 desarmes tentados. Leandro Donizete também errou três, mas de 13 desarmes.

Uma, digamos, “tese” emerge da análise desses números. Em geral, a torcida pega no pé de quem perde a bola e idolatra quem desarma corretamente. Teremos que analisar mais jogadores, mais times e mais torcidas para confirmarmos, ou não, esta tese. É um caminho para análise.

Analisando os números de Dátolo, fica claro que a torcida não tem razão em marcar negativamente o meia. Lembrando que o erro contra o Inter no jogo de volta é posterior à primeira vaia sofrida pelo meia, no jogo de ida. Então, qual a razão? Ouvindo, lendo e assistindo aos programas esportivos mineiros, percebe-se uma, digamos, má vontade com Dátolo. Nossa hipótese é essa: a imprensa mineira envenenou a torcida atleticana contra Dátolo. Estamos falando de uma percepção equivocada dos comentaristas, baseada em momentos específicos em que Dátolo errou e ficou marcado por isso.


Inscreva-se no nosso canal no YouTube.

Curta nossa página no Facebook.

Adicione no Google +.

Siga-nos no Twitter.

O que achou da análise? Comente abaixo.


Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas