Lyon 0 x 3 Bayern. Análise tática

O Lyon foi derrotado pelo Bayern por 3 a 0, na França, pelas semifinais da Uefa Champions League 2009-2010. O esquema tático do Lyon foi o 4-2-3-1. O esquema tático do Bayern foi o 4-2-3-1.

Lyon



O Lyon não conseguiu manter a posse de bola — essencial num 4-2-3-1 ou 4-3-3 — e foi facilmente derrotado pelo Bayern. Imaginou-se que, em casa, o Lyon imporia seu jogo, acionando os atacantes laterais e adiantando o meio-campo. Nada disso aconteceu. O time teve menor posse de bola (43%), Michel Bastos ficou mais preocupado em auxiliar na marcação de Robben e, principalmente, o meio-campo ficou muito recuado. Claude Puel colocou quatro atacantes em campo (Delgado jogou no meio-campo), mas apenas Govou e Lisandro Lopes mantiveram-se à frente. O erro básico do técnico Claude Puel foi não adiantar seus volantes para marcarem os volantes do Bayern. O Manchester fez isso, se deu bem e só não se classificou porque perdeu um jogador expulso no início do segundo tempo.

A defesa do Lyon teve Réveillère na lateral direita, Cris como defensor pela direita, Boumsong como defensor pela esquerda e Cissokho na lateral esquerda. Cris foi expulso no segundo tempo e Cissokho foi substituído por Gomis. Michel Bastos foi deslocado para a lateral esquerda, posição em que atua na seleção brasileira, e Gonalons passou a ser defensor.

O meio-campo teve os volantes Gonalons e Makoun e, à frente deles, Delgado como meia. Michel Bastos, na prática, foi um meia-esquerda. Ao deixar os volantes do Bayern fazerem a saída de bola acossados apenas por Delgado, o Lyon permitiu que o Bayern dominasse o meio-campo. Uma alternativa seria colocar um volante de marcação apenas e dois meias em cima dos volantes do Bayern, impedindo a criação de jogadas, já que Müller joga muito enfiado.

No ataque, Lisandro Lopes, como centroavante, jogou menos isolado que no jogo anterior. Desta vez, Govou avançou mais pela direita. Mas a direita era exatamente o lado mais protegido do Bayern, já que o meia Altintop estava daquele lado.

Bayern de Munique



O Bayern de Munique avançou à final da Liga dos Campeões da Europa 2009/2010 atuando como sempre: no 4-2-3-1. O sistema tático foi um pouco mais cauteloso com a entrada do meia Altintop no lugar do meia-atacante Ribéry, suspenso. Altintop foi muito bem no jogo e contou com o apoio do bom lateral-esquerdo Diego Contento que assumiu a titularidade. O estilo holandês do Bayern foi aplicado à risca: três jogadores no ataque, um armador (ou meia-atacante, no caso de Müller) e muita posse de bola (57%), mesmo jogando na casa do adversário.

A defesa do Bayern teve Lahm na lateral direita, van Buyten como defensor pela direita, Badstuber como defensor pela esquerda e Contento na lateral esquerda. Contento é uma boa surpresa e, como na partida anterior, atuou bem. Lahm não avançou tanto quanto no jogo de ida e, embora não tenha tido muito trabalho, marcou bem. No segundo tempo, van Buyten deu lugar a Demichelis.

No meio-campo, o Bayern teve Schweinsteiger e van Bommel como volantes de marcação, Müller como meia-atacante pelo centro e Altintop como meia-atacante pela esquerda. Os volantes são a chave do jogo do Bayern. Quando livres, tocam a bola no meio e Schweinsteiger avança. Altintop divide a melhor atuação no jogo com Olic.

Olic que foi o centroavante, tendo Robben como meia-atacante pela direita e Müller chegando muito à frente.

Leia também:

Bayern 1 x 0 Lyon. Análise tática.

Internazionale de Milão 3 x 1 Barcelona. Análise tática.

Manchester United 3 x 2 Bayern de Munique. Análise tática.

Barcelona 4 x 1 Arsenal. Análise tática.

O 4-4-2 do Barcelona. Variações táticas de Guardiola.

Arsenal 2 x 2 Barcelona. Análise tática.

Milan 2 x 3 Manchester United. Análise tática.

Arsenal 1 x 3 Manchester United. Análise tática.

Internazionale 2 x 0 Milan. Análise tática.

Werder Bremen 2 x 3 Bayern de Munique. Análise tática.

Arsenal 0 x 3 Chelsea. Análise tática.

Esquema tático do Olympique de Marselha. Jogo contra o Milan.

Esquema tático do Milan. Jogo contra o Olympique de Marselha.

CSKA Moscou 2 x 1 Wolfsburg. Análise tática.

Barcelona 2 x 0 Internazionale de Milão. Análise tática.

Liverpool 2 x 2 Manchester City. Análise tática.

Everton 0 x 2 Benfica. Análise tática.

Milan 1 x 1 Real Madrid. Análise tática.

Milan x Real Madrid. Análise tática em tempo real.

Real Madrid 2 x 3 Milan. Jogo em Madri.

Chelsea 2 x 0 Liverpool. Análise tática.

Sporting 1 x 0 Hertha Berlin. Análise tática.

AEK Atenas 1 x 0 Benfica. Análise tática.

Bayern de Munique 0 x 0 Juventus. Análise tática.

Arsenal 2 x 0 Olympiacos. Análise tática.

Barcelona 2 x 0 Dínamo Kiev. Análise tática.

Esquema tático do Manchester City.

Esquema tático do Lyon.

Esquema tático do Borussia Dortmund.

Esquema tático do Bayern de Munique.

Borussia 1 x 5 Bayern. Análise tática.

Roma 1 x 3 Juventus. Análise tática.

Esquema tático do Chelsea.

Manchester United 2 x 1 Arsenal. Análise tática.

Milan 0 x 4 Internazionale de Milão. Análise tática.

Esquema tático do Milan. Jogo contra o Siena.

Esquema tático da Internazionale de Milão. Jogo contra o Bari.

Esquema tático do Barcelona.

Esquema tático do Shakhtar Donetsk.

Esquema tático do Real Madrid. Jogo contra o Rosenborg.

Esquema tático do Real Madrid com Kaká e Cristiano Ronaldo.

Esquema tático do Wigan.

Esquema tático do Liverpool.

Esquema tático do Tottenham.

Esquema tático do Atlético de Madrid.

Mande o link desta análise para o seu twitter.
Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas