Palmeiras 1 x 1 Corinthians. Análise tática. Campeonato Brasileiro 2010

Palmeiras e Corinthians empataram em 1 a 1, no Estádio do Pacaembu em São Paulo, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro 2010. O esquema tático do Palmeiras foi o 4-3-2-1 (4-5-1). O esquema tático do Corinthians foi o 4-3-1-2 (4-4-2). As duas equipes variaram para esquemas com três zagueiros em determinados momentos do jogo.

Palmeiras



O Palmeiras começou o jogo sendo pressionado pelo Corinthians no campo de defesa. Lincoln e Ewerthon estavam muito recuados, ajudando na marcação, e deixaram Kleber sozinho na frente. Vitor, que seria uma alternativa pela direita, e Armero, pela esquerda, estavam muito recuados, mesmo com três volantes para fazerem a cobertura das laterais.

Depois de levar o gol, adiantou os jogadores e saiu mais para o ataque. Terminou o primeiro tempo pressionando o Corinthians. Começou o segundo tempo com o domínio da partida e, depois, foi pressionado pelo adversário.

O Palmeiras jogou no 4-3-2-1 e em alguns momentos, Pierre atuava à frente de Maurício Ramos e Danilo como um terceiro zagueiro. Os defensores tiveram uma boa atuação. Márcio Araújo arriscou mais subidas ao ataque, mas havia um revezamento com Edinho nos avanços ao campo adversário. Os dois volantes/meias trocaram de lado durante o jogo.

Lincoln errou muitos passes e Ewerthon não conseguiu imprimir velocidade ao jogo pela esquerda. Kleber foi o melhor jogador do Palmeiras.

Corinthians



No 4-4-2 com o meio-campo em losango, variando para um esquema com três zagueiros, com Leandro Castan pela esquerda, o Corinthians iniciou a partida com domínio absoluto das ações. Jorge Henrique, como segundo-atacante, mudava de lado constantemente e Iarley caía da direita para o centro, como centroavante. Com os atacantes partindo dos lados, o técnico Adílson Batista evitou que ficassem presos na marcação dos zagueiros. Alessandro apoiou muito pela direita até o primeiro gol corintiano.

Depois da pressão inicial, o Corinthians foi dominado até quase a metade do segundo tempo, quando retomou o controle da partida e passou a jogar no campo adversário.

Elias e Jucilei foram meias/volantes à frente do volante de marcação Ralf. O desenho do meio-campo e do ataque é igual ao que Adílson Batista fazia no Cruzeiro, seu clube antes de assumir o Corinthians. Bruno César foi o meia-atacante centralizado, chegando muitas vezes dentro da área para finalizar.

Jorge Henrique foi o melhor jogador do Corinthians e Bruno César e Alessandro tiveram atuações destacadas. Iarley destoou do sistema ofensivo do Corinthians.

Leia também:

Esquema tático do Palmeiras. Sob a direção de Muricy Ramalho. Jogo contra o Sport. Campeonato Brasileiro 2009.

Corinthians 2 x 1 Flamengo. Copa Libertadores 2010.

Todas as análises táticas do Palmeiras publicadas no Blog Esquemas Táticos.

Todas as análises táticas do Corinthians publicadas no Blog Esquemas Táticos.

Mande o link desta análise para o seu twitter.






Bookmark and Share


Siga Esquemas Táticos no Twitter.
Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas