Esquema tático da Argentina

Mande esta postagem para o seu Twitter

A Argentina venceu o Peru por 2 a 1, em Buenos Aires, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo da África do Sul 2010. A Argentina começou o jogo num 4-4-2 em losango e, no início do segundo tempo, passou para um 4-1-3-2, com um volante marcador e três meias.

Análise tática



O esquema tático da Argentina no primeiro tempo foi um 4-4-2 com um meio-campo desenhado em losango. Mascherano foi o único volante de marcação, jogando bem recuado. Aimar foi o armador, jogando na ponta ofensiva do losango.

A defesa argentina foi formada por Gutiérrez na lateral direita, Schiavi como defensor pela direita, Heinze como defensor pela esquerda e Insúa como lateral-esquerdo. Gutiérrez teve mais liberdade para atacar, enquanto Insúa ficou mais preso na marcação.

Esta estratégia de jogo deveu-se às funções dadas aos jogadores de meio-campo. Di María era meia/volante pela esquerda, avançando muito e sendo coberto por Insúa. Pela direita do meio-campo, Pérez foi o meia/volante, e jogou mais recuado para dar cobertura aos avanços de Gutiérrez na lateral direita. Mascherano foi o único volante de marcação, jogando bem recuado. Aimar foi o armador, transitando por todo o meio-campo, na ponta do losango.

No ataque, Higuaín foi o centroavante jogando pela centro-esquerda, enquanto Messi jogou bem aberto pela direita, sempre penetrando em diagonal em direção ao centro do ataque.

No segundo tempo, o técnico Diego Maradona fez substituições e alterou o desenho tático da equipe. A seleção argentina passou a atuar no 4-1-3-2.



Palermo entrou como centroavante (saiu Pérez) ao lado de Higuaín. Com isso, Messi foi deslocado para o meio-campo, que passou a ter Mascherano como volante de marcação; e Messi (direita), Aimar (centro) e Di María (esquerda) como meias.

O sistema defensivo peruano, que já marcava mal, foi surpreendido logo no início do segundo tempo e falhou na marcação de Higuaín, que marcou o primeiro gol. O que se viu depois foi um recuo da seleção argentina e uma seleção peruana apostando em tabelas pelo meio e em jogadas pela esquerda com Vargas. Maradona colocou mais jogadores de marcação e recuou ainda mais a equipe, que levou o empate e, nos acréscimos, conseguiu fazer o gol da vitória.

Leia também:

Esquema tático do Peru. Jogo contra a Argentina.

Esquema tático da Alemanha. Jogo contra a Rússia.

Esquema tático da Rússia. Jogo contra a Alemanha.

Esquema tático de Portugal. Jogo contra a Dinamarca.

Esquema tático da Dinamarca. Jogo contra Portugal.

Dinamarca 1 x 1 Portugal. Análise tática.

INTERATIVO: Esquema tático do Brasil.

INTERATIVO. Esquema tático da Argentina.

Esquema tático de Portugal. Jogo contra a Albânia.

Esquema tático dos Estados Unidos.

Esquema tático da Espanha.

Esquema tático da Nova Zelândia.

Esquema tático do Brasil.

Esquema tático da Holanda.

Esquema tático da Noruega.

Esquema tático da Argentina.

Esquema tático do Uruguai.

Esquema tático da Colômbia.

Esquema tático da Albânia. Jogo contra Portugal.

Esquema tático do Egito.

ESQUEMAS CLÁSSICOS. Holanda 2 x 0 Uruguai. Copa de 74. Desenhos táticos.

VÍDEO. Esquema tático da Holanda de 74.

ESQUEMAS CLÁSSICOS. VÍDEO: Análise tática da Seleção Brasileira da Copa de 1982.

INTERATIVO: Esquema tático da Seleção Brasileira de 1982. Análise tática interativa.

ESQUEMAS CLÁSSICOS. Brasil 4 x 1 Escócia. Copa de 1982. Desenhos táticos
Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas