Esquema tático do Avaí



Na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, o Avaí jogou num 4-4-2 tradicional, mas que atualmente é pouco usado, com dois volantes e dois meias (veja também o post com a Análise tática do jogo Avaí 2 x 2 Atlético Mineiro).

A defesa do Avaí armada pelo técnico Silas é formada por dois zagueiros (André Turatto pela direita e Emerson pela esquerda) e dois laterais (Uendel pela esquerda e Ferdinando pela direita) que apóiam e marcam.

O meio-campo tem dois volantes de marcação (Léo Gago pela esquerda e Marcus Winícius pela direita) e dois meias (Odair, armador, pela esquerda; Muriqui, que conduz mais a bola, pela direita) que chegam muito ao ataque para apoiar os atacantes Evando (pela esquerda) e William (pela direita). Muriqui apresentou-se como atacante em diversas oportunidades.

A marcação do time na frente é interessante. Os atacantes voltam para formar, com os meias, uma primeira linha de quatro atrás da linha da bola. E algumas vezes voltam pelos lados do campo, como indicado pelo desenho acima, e outros pelo centro mesmo, como é usual.
Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

3 comentários:

Anônimo disse...

Marcelo , quem mudou o jogo mesmo foi o técnico Celso Roth, quando colocou Junior no meio e Thiago Feltri na lateral esquerda, fazendo dois um em cima do Ferdinando que ficou parecendo uma barata tonta.Alem disso Roth promoveu a entrada do Alessandro e passou do 3 5 2( tirando Werlei e Fabiano do time) pro 4 3 3 ,sempre sobrava um atacante livre, porque o Ferdinando batia com o Junior o Uendel batia com o Carlos Alberto( Elder Granja saiu) e Emerson e Turato pegavam Tardeli e Eder Luis, sobro o Alessandro sempre livre.O Silas foi ingenuo, era so mandar recuar o M Vinicius pra função de terceiro zagueiro para marcar o Alessandro, mas ele nao fez isso, assim o Galo cresceu no jogo.Otra coisa o Muriqui é atacante não pode jogar de meia ele nao sabe armar, a sua caracteristica é a velocidade o drible, é um atentado a inteligencia escalalo como meia.

Abraço Marcos Gaúcho

Hugo Albuquerque disse...

É, o Celso Roth deu um nó tático no Silas hoje. Nunca gostei muito do Roth, mas ele fez um grande trabalho no Grêmio ano passado, foi insjustamente demitido e agora, no Galo, quase conseguiu o impossível contra o Vitória na Copa do Brasil e arrancou um empate interessante em Santa Catarina.

O Avaí, por sua vez, é um time bem limitado. Apesar da festa bonita da torcida e do péssimo início de jogo do Atlético, quando o adversário resolveu jogar bola, ele não aguentou. Eles têm o Turatto que é um zagueiro experiente e útil, o Evando, quem sabe o Muriqui, mas é time, infelizmente, para cair mesmo.

Esquemas táticos disse...

Marcos e Hugo, gostei muito das observações que vocês fizeram e as incluí na análise do jogo. Abraços e obrigado.

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas