Botafogo 0 x 0 Corinthians: análise tática do jogo

Análise tática da partida Botafogo 0 x 0 Corinthians. O Botafogo apresentou-se no 3-5-2 contra o Corinthians, que jogou no 4-4-2.

Esquema tático do Botafogo



O Botafogo começou e terminou o jogo no 3-5-2. Os três zagueiros, na maior parte do jogo, jogaram presos atrás. Só no final do jogo, Juninho avançou algumas vezes e chegou de surpresa ao ataque. O ala Eduardo (esquerda) avançou poucas vezes, mas Thiaguinho (direita) chegou muitas vezes ao ataque pelo lado e entrando em diagonal pelo meio. O meio-campo teve um volante marcador (Fahel) mais recuado, um volante mais adiantado (Túlio Souza) e um meia (Rodrigo Dantas) que atuou muito recuado. Na verdade, tanto Túlio quando Rodrigo atuaram como volantes, como pode ser visto no desenho tático do Botafogo acima.

O time errou muitos passes e mostrou que a qualidade técnica do time é muito baixa. Os companheiros de ataque de Victor Simões (que ficou impedido sete vezes) mostraram grande deficiência no passe e nas finalizações. O mesmo pode-se dizer do meio-campo.

As mudanças de Ney Franco no segundo tempo não alteraram o esquema tático do Botafogo. O volante Léo Silva teve mais presença no ataque que Túlio Souza e melhorou o passe no meio-campo, mas Tony mostrou as mesmas deficiências que o titular Jean Coral: muitos erros de passe e finalização.


Esquema tático do Corinthians



O Corinthians apresentou um desenho tático diferente do 4-2-3-1 — e suas variações — apresentado nas finais e semifinais do Campeonato Paulista (ver Esquema tático do Corinthians).

O time entrou no 4-3-1-2, com André Santos e Alessandro como laterais (em alguns jogos, André Santos também atua como ala e Alessandro como terceiro zagueiro pela direita). No meio-campo, Cristian como volante mais recuado, Elias de volante pela direita, Morais como volante e meia pela esquerda e Douglas como armador. No ataque, Dentinho abriu pelas duas pontas e Ronaldo foi o centroavante.

No segundo tempo, algumas vezes André Santos trocou de posição com Morais para auxiliar Douglas no trabalho de armação. Mas a maior parte do tempo ele atuou como lateral-esquerdo e Morais, por pouco tempo, foi avançado como terceiro atacante e trocou algumas vezes de lado com Jorge Henrique, que entrou no lugar de Dentinho.

O time mostrou que tem problemas quando não pode jogar no contra-ataque.
Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

Rafael Andrade disse...

Acho que o Corinthians no jogo de ontem ficou muito carente da sempre constante movimentação do trio Elias, Dentinho e Jorge Henrique - sendo que o terceiro só entrou no segundo tempo. O Elias, que no paulista se destacou por isso, pela boa marcação e chegadas ao ataque, nos dois ultimos jogos (contra Fluminense e Botafogo) esteve apatico e não apareceu, já o Dentinho ontem esteve bem abaixo do que foi na quarta-feira. E o Botafogo, mostrou que realmente é um time muito fraco, e muito carente do Maicosuel, se ele de fato for para o Hoffenheim, e o Fogo não repor, acredito que o time de General Severiano vai lutar até o fim do campeonato pra não cair.

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas