Juventus 1 x 3 Barcelona. Análise tática. Final da Champions 2014-2015

O Barcelona venceu a Juventus por 3 a 1 no Estádio Olímpico de Berlin, na Alemanha, pela final da UEFA Champions League 2014-2015 e sagrou-se campeão Europeu. Gols de Rakitic (4min), Morata (Juventus - 10min do 2º tempo), Suárez (23min do 2º tempo) e Neymar (90+5 do 2º tempo).

Análise tática

O Barcelona jogou no 4-3-3, com Messi mais recuado pela direita e Neymar bem aberto e avançado pela esquerda. A Juventus atuou no 4-3-1-2 em losango para atacar e no 4-4-2 em linha para se defender, com Tévez como segundo atacante caindo pelos lados e Morata como centroavante.

4-3-3 do Barcelona




4-4-2 em losango da Juventus



A Juventus começou o jogo pressionando a saída de bola do Barcelona. Não durou três minutos. O Barcelona fez o primeiro gol com Rakitic após jogada de Neymar e Iniesta pela esquerda. A partir daí, a Juventus começou a marcar com todos os seus jogadores no campo de defesa e o Barcelona impôs seu jogo até os 15 minutos.

NEWSLETTER GRÁTIS DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter gratuita do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas




O Barcelona foi muito bem marcado pela direita do ataque. Com isso, Neymar, Alba e Iniesta apareceram bastante pela esquerda, criando jogadas e superando a marcação de Marchisio e Lichtsteiner.

A Juventus retomou as ações ofensivas e voltou a pressionar a saída de bola do Barcelona dos 15 minutos aos 30 minutos e levou algum perigo ao gol de Ter Stegen, goleiro do Barça. Mesmo nos momentos em que a Juventus teve algum domínio no jogo, o Barcelona apareceu no campo de ataque e, no geral, dominou as ações e foi melhor no primeiro tempo.

Logo no início do segundo tempo, o Barcelona teve três chances para ampliar o placar e a Juventus voltou a pressionar a saída de bola. Aos 10 minutos do segundo tempo, a Juve empatou o jogo com Morata em jogada iniciada com Lichtsteiner pelo lado direito.

O Barcelona, que dominava a partida até então, começou a ser pressionado e sem o apoio do Trio MSN nas ações defensivas. Messi, então, iniciou uma arrancada pela faixa central e finalizou. No rebote, Suárez fez Barcelona 2 x 1 Juventus aos 23 minutos do segundo tempo.

No final do jogo, já nos acréscimos, a Juventus partiu inteira para receber uma bola aérea na área do Barcelona. Piquè cortou de cabeça e o Barcelona puxou um contra-ataque com Neymar e Pedro. Neymar passou para Pedro, recebeu de volta e marcou o terceiro do Barcelona na final. O juiz nem deu a saída de bola e o Barcelona sagrou-se campeão da Liga dos Campeões da Europa.

Trio MSN


Neymar foi o principal jogador do Barcelona na primeira etapa e fechou o placar num contra-ataque do Barcelona nos acréscimos. Chamou o jogo e participou da construção da jogada do primeiro gol. Embora Iniesta tenha sido eleito o melhor da partida pela UEFA, Neymar foi o melhor do jogo na opinião de Esquemas Táticos. Messi jogou mais recuado pela direita, como já tinha feito algumas vezes durante a Temporada 2014-2015, para atrair a marcação adversária e abrir espaço no setor para suas arrancadas.

Nas jogadas em que o Trio MSN (Messi, Suárez e Neymar) esteve envolvido, o Barcelona criou boa chances. Suárez só começou a aparecer no jogo no final do primeiro tempo e teve duas boas chances de fazer seu gol no início da segunda etapa.

Pirlo, Vidal e Tévez


Muito marcado no campo de defesa, Pirlo teve poucas chances de iniciar as jogadas da Juventus. Excessivamente nervoso durante a primeira etapa, Vidal se acalmou no segundo e foi responsável, juntamente com Pogba e Lichtsteiner, de boas jogadas no campo de ataque. Vidal deixou o jogo aos 33 minutos do segundo tempo para a entrada de Pereyra.

Tévez esteve apagado durante a maior parte do jogo. Não conseguiu as arrancadas características e foi muito bem marcado por Piquè. Ainda assim, conseguiu a finalização que, no rebote, Morata pegou e marcou o único gol da Juventus na partida.

Barcelona campeão


O Barcelona entrou como favorito e dominou a maior parte das ações do jogo. Entretanto, não foi uma jornada tranquila. A Juventus pressionou a saída de bola do Barça em alguns momentos do primeiro tempo e em grande parte do segundo. Além disso, ameaçou bastante a meta do goleiro Ter Stegen após marcar o primeiro gol. Foi uma pressão importante, mas o Barcelona retomou o domínio do jogo após marcar o segundo gol.


Inscreva-se no nosso canal no YouTube.

Curta nossa página no Facebook.

Adicione no Google +.

Siga-nos no Twitter.

O que achou da análise? Comente abaixo.
Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas