Santos x Barcelona. Análise tática. Mundial de Clubes da Fifa. Prévia ATUALIZADA

Santos e Barcelona decidem neste domingo, 18 de dezembro de 2011, o Mundial de Clubes da Fifa. Vamos apresentar uma prévia das alternativas táticas dos times baseadas nos últimos jogos.

Observação: no final do post tem uma atualização com as escalações divulgadas pouco antes da partida.

Santos

Contra o Kashiwa Reysol, o Santos testou um esquema tático já pensando no Barcelona. No 4-4-2 com o meio-campo em losango, o Santos entrou em campo com três zagueiros de origem, com Durval na lateral esquerda. O esquema serviria, em tese, para ajudar a barrar o lateral-direito Sakai do Kashiwa, jogador muito ofensivo. Se desse certo, Durval seria utilizado para conter também Daniel Alves e Alexis Sanchez daquele lado.



Entretanto, Durval não tem esse perfil técnico. Muito lento, apoiou e defendeu mal como zagueiro/lateral improvisado. O técnico do Santos, Muricy Ramalho, deve optar por Léo que, se não é uma sumidade como marcador, ao menos não compromete e ainda pode ajudar no apoio. Henrique e Arouca são os volantes de marcação, sendo que Arouca tem mais liberdade para avançar.

Com uma grande capacidade física e técnica, Danilo será a válvula de escape da defesa santista. Ele apoia bem e fará dupla com Elano pela direita. Eles vão se revezar no apoio e defesa naquele setor. Elano ainda tem a responsabilidade pelas cobranças indiretas de bola parada e pela armação de jogadas (principalmente de contra-ataque) pela direita.

Ganso tem uma responsabilidade pequena na marcação e será o principal responsável pela armação das jogadas. Ele joga do centro para a esquerda, buscando Neymar, a principal estrela do time. Neymar joga, principalmente, fazendo a diagonal para o centro, buscando Borges, o centroavante.



Desse modo, o Santos deve entrar no 4-4-2, com o meio-campo em losango, contra o Barcelona. Léo ficará mais recuado e Danilo terá liberdade para avançar. Ganso deverá fazer a marcação de Xavi.

Barcelona

Não se deve pegar o jogo contra o Al Sadd como prévia do Barcelona para o jogo contra o Santos. O time jogou com muitos reservas e enfrentou uma equipe muito fraca. O jogo a ser observado é contra o Real Madrid.



Nesse jogo, o Barcelona variou seu esquema tático durante a partida. Na maior parte do jogo, o Barcelona atuou no 3-4-3, com Iniesta e Fabregas se revezando pela esquerda entre meio-campo e ataque. Daniel Alves, pela direta, foi um misto de lateral, ala e atacante. Foi um 3-4-3 heterodoxo, variando para o 4-3-3. Entretanto, o principal é o passe de primeira ou com, no máximo, dois toques no meio-campo. Por isso, a presença de Fabregas e Iniesta pela esquerda é traiçoeira para os adversários. Não se sabe, ao certo, quem vai avançar ou centralizar, confundindo a marcação.



Na direita, Daniel Alves vai à frente, mas também defende. A versatilidade é principal característica do Barcelona. Xavi é o principal armador e joga, principalmente, do centro para a direita, aproximando-se de Messi, que faz o mesmo movimento um pouco à frente. Para complicar ainda mais os adversários, Alexis Sanchez também cai mais pela direita, embora também flutue também pelo centro e pela esquerda do ataque.

Embora atue mais como zagueiro, Abidal também aparece no apoio como lateral-esquerdo. Tem ainda a responsabilidade, juntamente com dos demais zagueiros (Pique e Puyol) e Busquets, de barrar as bolas aéreas dos adversários. Busquets, além dessa função, é o único volante de marcação do time e, com o avanço de Daniel Alves pela direita, forma a linha de quatro da defesa do Barcelona.

Messi, como dissemos, flutua do centro para a esquerda, da esquerda para o centro e também vai à linha de fundo. Poderá sofrer a marcação dupla de Arouca e Durval ou Léo. Se Muricy optar por colocar Arouca marcando Xavi, Messi será marcado por Durval e Léo. Mas, provavelmente, Ganso fará uma sombra em Xavi.

O Barcelona deve entrar em campo no 3-4-3 heterodoxo que falamos anteriormente, variando para o 4-3-3. Com Daniel Alves avançando para a direita, Busquets ajudando a formar a linha de quatro defensiva e Inieste a Fabregas pela esquerda. Puyol deverá marcar Neymar.

Pontos fortes do Santos

1 - O Barcelona não conhece muito bem o time santista e não está acostumado a jogar contra times que têm armadores típicos como Ganso e Elano, jogadores que carregam pouco a bola e, portanto, mais difíceis de serem marcados.

2 - O contra-ataque do Santos tem grandes chances de ser encaixado porque o Barcelona joga muito avançado e terá Puyol como marcador de Neymar. Puyol não é lento, mas é pouco técnico. Neymar, por sua vez, é rápido e muito técnico.

Pontos fracos do Santos

1 - A defesa santista é lenta e o ataque do Barcelona é rápido.

2 - As linhas de marcação do Santos são frouxas, principalmente do lado de Elano. Fabregas e Iniesta estão daquele lado.


Pontos fortes do Barcelona

1 - O toque de bola de primeira ou com, no máximo, dois toques, é o maior trunfo do Barcelona. Nem o goleiro rifa a bola, herança da tradição holandesa. Com este estilo, o time mantém a posse de bola e domina as ações nos jogos.

2 - O ataque do Barcelona é rápido e conta com o apoio de jogadores de meio-campo e defesa. A versatilidade é a principal característica dos jogadores do Barcelona. Messi flutua do centro para a esquerda e vice-versa. Muito agudo, técnico e rápido, normalmente entra tabelando ou driblando na área adversária.


Pontos fracos do Barcelona

1 - O Barcelona não tem jogada de bola parada. Até hoje, esse tipo de jogada não fez falta ao time. Mas o Santos é fraco nesse tipo de jogada e, portanto, terá uma preocupação a menos.

2 - Como o time joga muito avançado, o contra-ataque é sempre um problema para o Barcelona. Com Ganso passando e lançando para Neymar, o Barcelona poderá ser surpreendido. Puyol será o marcador de Neymar e, na final da Champions League contra o Arsenal, perdeu muitas bolas para Henry, que jogou pela esquerda na oportunidade.


ATUALIZAÇÃO ÀS 8H DO DIA 18/12/2011

Com a divulgação das escalações, acredito que os times virão nos seguintes desenhos táticos:
















Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

5 comentários:

Ivan disse...

Primeira vez no site e estou achando ótimo. Esquemas muito bem desenhados e observados. Comentários completos e que realmente mostram o perfil de cada time. Obrigado. Me visitem.

Abraços.

Anônimo disse...

Parabens pelos seus comentarios são muito inteligentes e completos li tudo praticamente.
Esse site tambem me ajudou a entender o esquema do barcelona, com isso meu campeonato espanhol de PS2 está garantido.
percebi que o esquema do barcelona é muito inteligente, este Pep Guardiola é muito bom treinador.Vou usar o ultimo esquema do barcelona no meu PS2 só que no lugar do Thiago Alcantra vou colocar o Villa de ponta esquerdo

Esquemas táticos disse...

Obrigado.

Anônimo disse...

este site é ótimo pra quem deseja aprender um pouco sobre esquemas táticos...

Anônimo disse...

Cara deixa eu falar realmente qual foi a alternancia tatica do barcelona.Bom primeiramente o barça começou no 3-4-3 com dani alves fechando o meio campo pela direita e o iniesta pela esquerda e o xavi ajudando o busquets a dar conscistencia pelo meio.No ataque ficou se revesando de posiçao fabregas e messi.Com o passar do jogo o barcelona foi voltando para o classico 4-3-3 com abidal jogando como falso lateral assim dando mais liberdade para iniesta jogar sem preucupar com a marcaçao. Isso facilitou o jogo para o barça que massacrou o santos

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas