PRÉVIA. Real Madrid x Barcelona. Análise das variações táticas

Real Madrid e Barcelona farão, neste sábado, o primeiro de quatro clássicos da reta final da temporada européia 2010-2011. Este primeiro #ElClasico será pelo Campeonato Espanhol. Na quarta, dia 20 de abril, os times se encontrarão na final da Copa do Rei. Nos dias 27 de abril e 3 de maio, os confrontos serão pelas semifinais da Uefa Champions League. Faremos algumas simulações de como poderão estar postadas as equipes neste sábado levando-se em conta os jogos recentes das equipes, o último confronto e o fator psicológico que envolve o clássico espanhol.

Variações táticas do Real Madrid



Este primeiro desenho tático é o que o Real Madrid tem usado, tradicionalmente, com José Mourinho como técnico. O esquema tático é o 4-2-3-1 com Cristiano Ronaldo com mais liberdade ofensiva e menos obrigações defensivas que Di María pela direita. Özil é o meia-atacante centralizado e Benzema, o centroavante. Observando as últimas partidas do Real Madrid, a probabilidade maior é de que Adebayor entre como centroavante.

Marcelo é um lateral-esquerdo com liberdade para atacar e entrar em diagonal pelo centro tabelando com Cristiano Ronaldo, principalmente, ou chutando a gol. Ele é uma arma importante para a estratégia ofensiva do Real Madrid. Além disso, sob o comando de Mourinho, Marcelo está marcando bem melhor.

Khedira é o segundo-volante e tem mais liberdade para avançar que Xabi Alonso, que é um volante-armador. Na linha defensiva, além de Marcelo, temos os centrais Ricardo Carvalho e Pepe — que são bons no confronto físico, mas são lentos — e o lateral direito Sergio Ramos, que é bastante defensivo e arisca-se raramente no ataque.

Entretanto, o mais provável é que Mourinho utilize o esquema abaixo.



O sistema tático é um 4-3-1-2 com uma linha defensiva mais sólida e recuada, ao gosto de Mourinho. Arbeloa é melhor marcador que Marcelo e poderia ajudar a conter o forte lado direito do Barcelona com Xavi, Daniel Alves e talvez Pedro ou Villa (veremos os detalhes abaixo, na análise do Barcelona).

A segurança defensiva dá liberdade para que Mourinho arme uma primeira linha de meio-campo com Marcelo pela esquerda, Xabi Alonso pelo centro (ou direita) e Khedira pela direita (ou centro). Seria dada uma liberdade relativa para Marcelo e Khedira e uma liberdade total para Cristiano Ronaldo e Özil chegarem à frente para ajudarem Adebayor no ataque.

Variações táticas do Barcelona



O esquema tático do Barcelona sob o comando do técnico Pepe Guardiola é um 4-1-4-1 que varia para um 4-3-3 e, até mesmo, para um 3-4-3 "torto". O certo é que o primeiro-volante fica bem próximo aos defensores centrais, quase como um terceiro zagueiro adiantado. O jornal Sport, de Barcelona, aposta que este volante será Keita e o lateral-esquerdo será Maxwell. Improvável! Ele nunca fez esse papel. Normalmente ele é um segundo-volante ou meia/volante pela centro-esquerda na linha de quatro do meio-campo. Mas se isso acontecer, o lateral-esquerdo deverá ser Adriano, melhor marcador, e não Maxwell, que funciona melhor como ala.

Os problemas com contusões (Puyol. Já recuperado clinicamente, mas não fisicamente) e suspensões (Mascherano) podem levar Guardiola a adotar essa solução, mas achamos isso muito difícil de ocorrer. De todo modo, este esquema permite uma variação interessante entre o 4-3-3 e o 4-1-4-1, já que Pedro e Villa voltam pelos lados compondo o meio-campo e Iniesta e Xavi são os meias centrais. Este é o esquema ideal para o Barcelona. E o mais utilizado pelo time na temporada.

Mas, como dissemos, as suspensões e contusões podem levar Guardiola a adotar o esquema abaixo, que consideramos mais provável.



Guardiola, assim como Mourinho, não quer perder esse jogo porque isso pode abalar psicologicamente a equipe para os próximos três confrontos. Por isso, apostamos em formações mais defensivas tanto do Barcelona quanto do Real Madrid.

O esquema, no papel, deverá variar entre os mesmos 4-3-3 e 4-1-4-1, mas a postura é diferente. Com Keita e Sergio Busquets como volantes, o time ganha mais consistência defensiva. Puyol já está recuperado e, por não estar 100% fisicamente, pode ser que Guardiola lance Milito no miolo defensivo e, numa emergência, até mesmo Puyol. O Barcelona ganha muito com Busquets como primeiro-volante e Keita como segundo-volante e meia pela centro esquerda. Com este desenho, Guardiola poderá até colocar Maxwell como lateral-esquerdo.

Nessa formação, Villa vai para a direita e Iniesta é o meia-atacante pelo centro e pela esquerda. Messi é o falso centroavante num e noutro esquema, e tem liberdade para rodar por todo o meio-campo e ataque.

Siga Esquemas Táticos no Twitter.









Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

BLOG DO JOÃO ELIAS disse...

Será um grande clássico, as duas equipes tem muitos jogadores de qualidade como o Cristiano Ronaldo e o David Villa e estão muito bem na competição. Parabéns pelo seu blog, está muito legal, vou divulgar com meus amigos. Sucesso. Abraços

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas