América MG 1 x 1 Atlético MG. Análise tática

América e Atlético empataram em 1 a 1, no Mineirão, pela primeira rodada do Campeonato Mineiro 2010. O esquema tático do América foi o 4-5-1. O esquema tático do Atlético foi o 4-4-2.

América



O América jogou no 4-5-1 e, diferentemente do que o esquema tático possa dar a entender, foi bastante ofensivo. O técnico Marco Aurélio armou um esquema com dois meias-atacantes jogando em paralelo atrás do centroavante Laécio. No primeiro tempo, o time foi dominado pelo Atlético, mas na segunda etapa a equipe criou as melhores chances de gol.

Na defesa, o América iniciou com Nando na lateral direita, Micão como zagueiro pela direita, Wellington Paulo como zagueiro pela esquerda e Zé Rodolpho na lateral esquerda. Zé Rodolpho praticamente não apoiou, assim como Nando na primeira etapa. Entretanto, quando Nando foi expulso, o volante Danilo assumiu a lateral direita e, diferentemente de Nando, apoiou bastante e prendeu Leandro no campo de defesa. Micão e Wellington Paulo foram soberanos nas bolas aéreas e bons no desarme. Como são lentos, saem pouco à caça.

No meio-campo, o técnico Marco Aurélio escalou três volantes: Danilo pela direita, Leandro Ferreira pela esquerda e Moisés, à frente dos dois, pelo centro. Moisés foi a peça principal do meio-campo do América. Recuava quando o time era atacado e avançava quando a equipe ia ao ataque. Ele armou a equipe pelo meio e tabelou com os meias-atacantes Rodrigo (esquerda) e Luciano (direita). Luciano, ao lado de Moisés, foi um dos destaques do América na partida.

No ataque, o centroavante Laécio não jogou isolado. Sempre contou com o apoio de Rodrigo e Luciano, que sempre chegavam para tabelar e finalizar.

O América mostrou bom futebol e, se o bom jogo não for resultado apenas da pré-temporada antecipada que faz desde dezembro, pode se dar bem no Campeonato Mineiro e no Campeonato Brasileiro Série B.

Atlético



O Atlético começou o jogo no 4-4-2 com dois volantes de marcação e dois meias armadores. Os laterais tiveram liberdade para apoiar. Entretanto, ainda no primeiro tempo, o time perdeu Jonílson, expulso, e Correa posicionou-se como único volante de contenção centralizado.

Na defesa, Coelho foi o lateral-direito, Werley o zagueiro pela direita, Jairo Campos o zagueiro pela esquerda e Leandro na lateral-esquerda. Em sua estréia pela time mineiro, Jairo Campos mostrou firme e preciso nos desarmes. Coelho e Leandro apoiaram bastante, mas deixaram buracos na defesa porque demoravam a voltar, principalmente no segundo tempo. Leandro mais defendeu que atacou na segunda etapa, já que o lateral-direito improvisado Danilo, do América, avançou bastante. O quadro só mudou com a entrada de Júnior, que atuou mais avançado pela esquerda.

No meio-campo, Jonílson e Correa foram os volantes de marcação. Com a expulsão de Jonílson, Correa ficou sozinho à frente da zaga, mas também ajudou a armar o jogo. Ricardinho (esquerda) e Evandro (direita) foram os meias de armação, mas renderam pouco. Evandro marcou mal, armou mal e pouco chegou à frente. Ricardinho ainda conseguiu dar seguimento a algumas jogadas, mas também não foi bem.

No ataque, Muriqui ficou mais à frente, caindo pelas duas pontas. Diego Tardelli foi o segundo atacante, muitas vezes voltando um pouco para armar no meio-campo e também aparecendo no centro, para finalizar, e pelas pontas. Muriqui esteve bem na partida, o que não é surpresa, já que atuou muito bem pelo Avaí no Brasileirão 2009.

Talvez o time como um todo rendesse melhor se o técnico Luxemburgo colocasse um meia-atacante mais rápido para atuar ao lado de Ricardinho que, assim como Evandro, é muito lento. Muriqui seria um bom nome, já que atuou como meia-atacante no Avaí, sempre chegando à frente e recompondo o meio-campo.

Leia também:

Esquema tático do Atlético. Jogo contra o Grêmio.

INTERATIVO: Esquema tático do Atlético.

Esquema tático do Atlético. Sob o comando de Leão.

Mande o link desta análise para o seu twitter.

Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

Hugo Albuquerque disse...

Marcelo,

Evandro é um jogador irregular demais, quando vai bem é porque teve uma atuação normal, se vai mal é um desastre, acho que tanto por questões técnicas quanto táticas mesmo, eu preferia ver o Muriqui como meia-atacante centralizado e o Ricardinho mais recuado e aberto pela esquerda num meio-campo losangular - com Côrrea fazendo o mesmo pela direita, onde ele rende melhor. Acho que Luxemburgo deveria buscar alguém com mais pegada para ser um cabeça-de-área para dar sustentação a esse meio.

abraços

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas