Bayern de Munique 0 x 0 Juventus. Análise tática


Mande esta postagem para o seu Twitter


O Bayern de Munique e Juventus empataram em 0 a 0 em Munique, na Alemanha, pela segunda rodada da fase de grupos da Uefa Champions League. O Bayern atuou no 4-3-3 e a Juventus no 4-4-2 com o meio-campo em losango.

Análise tática



O Bayern começou pressionando e empurrando o time da Juventus para o campo de defesa. Ribéry e Robben jogaram como pontas, bem abertos, e Klose foi o centroavante. Schweinsteiger foi recuado para a cabeça de área à esquerda, um pouco à frente de Ottl, que foi o volante mais recuado. Muller foi um meia pela direita e apoiou muito o ataque. O esquema tático do Bayern de Munique foi o 4-3-3 durante todo o jogo.



A Juventus esteve muito retrancada durante todo o jogo, vivendo de contra-ataques puxados, principalmente, por Diego (o vértice ofensivo do losango) e Camoranesi (que atuou pela direita). Marchísio (meia/volante pela esquerda) apenas defendeu, indo pouco à frente. O esquema tático da Juventus foi o 4-4-2 com o meio-campo em forma de diamante.



O Bayern perdeu, ainda no primeiro tempo, o atacante holandês Robben. Seu substituto, Olic, não foi capaz de imprimir o mesmo dinamismo pela direita que Robben e até o rendimento de Ribéry caiu com a saída do holandês. Klose esteve muito apagado e Mário Gómez não conseguiu ser muito melhor que ele quando entrou no segundo tempo. A defesa foi pouco exigida e os laterais (Braafheid pela esquerda e Lahm pela direita) apoiaram o ataque com freqüência.



O ataque da Juventus esteve muito mal contra o Bayern. Iaquinta e Trezeguet não conseguiram tramar jogadas e, com um meio-campo muito distante e mais preocupado em defender, receberam poucas bolas. Diego teve uma atuação apenas regular, lembrando que ele está voltando de uma contusão. Foi substituído no segundo tempo por Poulsen, que pouco acrescentou, e a Juventus passou a atuar num 4-1-3-2, mas com Camoranesi apoiando menos e Marchísio mais recuado. Felipe Melo marcou bem, à frente dos zagueiros, que tiveram grande atuação, bloqueando o rápido e técnico (o do primeiro tempo) ataque do Bayern.

Leia também:

Sporting 1 x 0 Hertha Berlin. Análise tática.

AEK Atenas 1 x 0 Benfica. Análise tática.

CSKA Moscou 2 x 1 Besiktas. Análise tática.

Arsenal 2 x 0 Olympiacos. Análise tática.

Barcelona 2 x 0 Dínamo Kiev. Análise tática.

Esquema tático do Manchester City.

Esquema tático do Lyon.

Esquema tático do Borussia Dortmund.

Esquema tático do Bayern de Munique.

Borussia 1 x 5 Bayern. Análise tática.

Roma 1 x 3 Juventus. Análise tática.

Esquema tático do Chelsea.

Manchester United 2 x 1 Arsenal. Análise tática.

Milan 0 x 4 Internazionale de Milão. Análise tática.

Esquema tático do Milan. Jogo contra o Siena.

Esquema tático da Internazionale de Milão. Jogo contra o Bari.

Esquema tático do Barcelona.

Esquema tático do Shakhtar Donetsk.

Esquema tático do Real Madrid. Jogo contra o Rosenborg.

Esquema tático do Real Madrid com Kaká e Cristiano Ronaldo.

Esquema tático do Wigan.

Esquema tático do Liverpool.

Esquema tático do Tottenham.

Esquema tático do Atlético de Madrid.

ESQUEMAS CLÁSSICOS. Holanda 2 x 0 Uruguai. Análise tática.

ESQUEMAS CLÁSSICOS. VÍDEO: Análise tática da Seleção Brasileira da Copa de 1982.
Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas