Esquema tático do Palmeiras - Jogo contra o Avaí

Contra o Avaí, o Palmeiras atuou no 4-4-2 (4-2-2-2) no primeiro tempo, com Diego Souza e Cleiton Xavier como meias e Obina e Ortigoza como atacantes. No segundo tempo, já vencendo por 2 a 0, Jorginho posicionou seus jogadores para marcar com duas linhas no meio campo. Na primeira linha, Diego Souza, Cleiton Xavier e Willians. Na segunda, Souza e Pierre.

(clique na imagem para ampliar)

O técnico Jorginho abandonou o 3-5-2 de Luxemburgo e armou seu time num 4-4-2 tradicional. Na defesa, Armero na lateral esquerda, Danilo como zagueiro pela esquerda, Maurício Ramos como zagueiro pela direita e Fabinho Capixaba na lateral direita. Os zagueiros tiveram pouco trabalho porque os meias e volantes fizeram uma marcação eficiente, principalmente no segundo tempo. Armero avançou mais no primeiro tempo e Fabinho Capixaba apoiou mais o ataque no segundo.

No meio-campo, Pierre como volante pela esquerda (no segundo tempo, foi para a direita, trocando de posição com Souza), Souza como volante pela esquerda, Diego Souza (mais condutor de bola) na meia esquerda e Cleiton Xavier (mais armador) na meia direita. O meio-campo foi muito eficiente na marcação, principalmente no segundo tempo. Jorginho inverteu a posição dos volantes no segundo tempo para que Pierre (melhor marcador que Souza) pudesse marcar Muriqui, o melhor jogador do Avaí na partida.

No ataque, Obina (pela esquerda) e Ortigoza (pela direita) trocaram algumas vezes de lado. A partir da metade do primeiro tempo, Ortigoza passou a voltar mais para auxiliar o meio-campo na marcação. Obina esteve bem na partida e marcou dois gols. Já Ortigoza teve um papel tático interessante, mas tecnicamente é muito limitado.

(clique na imagem para ampliar)

No segundo tempo, Jorginho armou duas linhas de marcação no meio-campo para conter o Avaí que, a esta altura, já perdia por 2 a 0. Então ele sacou Ortigoza e colocou Willians como meia pela direita. Ao lado de Diego Souza (esquerda) e Cleiton Xavier, os três formaram uma primeira linha de marcação no meio-campo. Na frente, Obina passou a jogar isolado e contava, vez ou outra, com o apoio de um dos três meias. A segunda linha de marcação no meio foi formada por Souza (esquerda) e Pierre (direita).

Leia também:

Avaí 0 x 3 Palmeiras. Análise tática.

Esquema tático do Avaí. Jogo contra o Palmeiras.

Esquema tático do Palmeiras. Copa Libertadores. Análise tática.

Palmeiras 1 x 1 Nacional-Uru. Análise tática.

Nacional-Uru 0 x 0 Palmeiras. Análise tática.

Sport 1 x 0 Palmeiras. Análise tática.

Internacional 2 x 0 Palmeiras. Análise tática.
Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

3 comentários:

Diário dos Esportes Golaço disse...

Entendi, podia postar o esquema tático do Estudiantes na quarta, seria uma boa para nós vermos.Parabéns pelo blog e sucesso!!
Abraço

Coxamor disse...

Palmeiras jogou muito contra o Avaí!
Mais meu Coritiba jogou melhor contra o São Paulo!
hehe
Abraços
Tá bem massa o blog
Dá uma passada nomeu blog lá !
Uns trecos das bandeiras e tal!

NUNO RAMOS disse...

Para quem gosta de recordar o nosso clube em imagens, recordando as nossas vitórias e glórias, visite o Armazém Leonino. Julgo que passará alguns momentos nostalgicos. Peço desculpa pela intromissão!

http://armazemleonino.blogspot.com

para apaixonados por cromos,jornais antigos, relatos de futebol, revistas antigas, etc... visite!

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas