Esquema tático do Coritiba - Copa do Brasil

O Coritiba venceu o Internacional por 1 a 0 e foi eliminado nas semifinais da Copa do Brasil atuando no 3-1-4-2. O time de Renê Simões apresentou um esquema tático muito ofensivo com apenas um volante de marcação, um volante que alternava as funções de zagueiro, três meias e dois atacantes.



Com a obrigação de ganhar por 2 a 0, ou com três gols de diferença, o Coritiba entrou em campo num esquema tático ousado. Renê Simões armou seu time no 3-1-4-2, com Pedro Ken como ala esquerdo, mas sem muita obrigação de marcar, o que praticamente o transformava num meia.

A defesa contou com dois zagueiros de origem (Felipe pela esquerda e Pereira pelo centro) e mais um volante como zagueiro pela direita (Rodrigo Mancha). Mancha avançava mais que os outros zagueiros pela faixa central-direita do campo de defesa e cobria os avanços de Márcio Gabriel (ala-direito).

No meio-campo, Leandro Donizete foi o único volante de contenção e, vez ou outra, contava com o apoio de Carlinhos Paraíba — o melhor jogador da partida —, que voltava como segundo volante para armar o time. Carlinhos Paraíba, na verdade, foi um meia que jogava ligeiramente atrás de Marcelinho e trocava de lado constantemente. Marcelinho, que também mudou várias vezes de posição, aparecida como meia-esquerdo e meia-direito. Pedro Ken, como já vou dito, atuou na faixa esquerda do campo, mais como meia aberto que como ala, já que raramente tentava jogadas de linha de fundo e voltava para marcar. Desse modo, o Coritiba praticamente contava com três meias e jogou quase todo o tempo no campo do Internacional, que pouco ameaçou a defesa paranaense.

No ataque, Ariel jogou mais pela direita e na área, enquanto Marcos Aurélio ocupou a faixa esquerda e se movimentava mais.

Leia também:

Esquema tático do Internacional na Copa do Brasil.

VÍDEO: Esquema tático do Barcelona.

VÍDEO: Esquema tático do Manchester.

VÍDEO: Esquema tático do Corinthians.

VÍDEO: Esquema tático do São Paulo.
Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

2 comentários:

valdiney freitas disse...

DAI MARCELO!!!
O RENÊ DISSE QUE IRIA FAZER UMA COISA DIFERENTE PARA GANHAR DO INTER UMA COISA QUE NENHUM CLUBE OUSOU FAZER CONTRA O INTER.DARIA MAIS CERTO SE O COXA TIVESSE UM ATACANTE MAIS HABILIDOSO NA FRENTE!
ABRAÇO!!!COLOCA UM LINK DO MEU BLOG AI VALEU!

Zolini disse...

Só demonstrou o Renê que com inteligência é possível, sim, vencer o Inter.

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas