Esquema tático da Noruega

A Noruega perdeu para a Holanda por 2 a 0 em Amsterdã jogando no 4-1-4-1, com uma linha de quatro na defesa e outra no meio-campo. Na linha de meio-campo, os dois meias-laterais têm, teoricamente, a função de se transformarem em atacantes quando o time retoma a posse de bola, numa formação que poderia sugerir um 4-3-2-1. Mas isso não aconteceu no primeiro tempo. Então, na prática, é um 4-1-4-1.

(clique na imagem para ampliar)

Na defesa, os laterais praticamente não sobem para apoiar o ataque e o número “um” entre as linhas de defesa e meio-campo, Hauger, fica praticamente sem função, uma vez que as linhas ficam muito próximas e ele fica totalmente perdido entre elas. O lateral-esquerdo Riise — que nos clubes já atuou também como meia aberto ou meia-lateral — também não subiu durante o primeiro tempo.

O meio-campo é formado por um volante marcador (Hauger) à frente da linha dos quatro defensores e atrás de uma linha de quatro jogadores. Desses quatro, os dois centrais apóiam pouco o ataque (Winsnes e Grindheim) e os meias abertos (Pedersen, pela esquerda, e B.H. Riise, pela direita) avançam mais quando o time tem a posse de bola. Ainda no primeiro tempo, Daniel Braaten entrou no lugar de B.H. Riise, contundido, e executou a mesma função. No segundo tempo, os meias abertos avançaram mais, ainda que de maneira tímida.

No ataque, Carew ficou isolado na frente. Com característica de centroavante, produziu pouco. Em times com apenas um atacante, o ideal é que ele tenha mais mobilidade. Não é o caso de Carew.

Análise geral

Precisando do resultado, e jogando contra a Holanda, o esquema tático adotado é totalmente inadequado. Em primeiro lugar porque a Holanda joga com pontas e faz jogadas de linhas de fundo. A formação de linhas funciona bem contra times que centralizam as jogadas de ataque. A Holanda joga com três jogadores apenas no meio-campo, sendo dois deles volantes. Além disso, os laterais holandeses apóiam bastante, deixando espaços para jogadas de linha de fundo. A Noruega pouco explorou isso porque ficou muito retrancada.

Leia também:

Esquema tático da Espanha.

Esquema tático da Nova Zelândia.

Esquema tático do Brasil.

Esquema tático da Argentina.

Esquema tático de Portugal.

Esquema tático do Uruguai.

Esquema tático da Colômbia.
Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

2 comentários:

Premier Fever disse...

Me gustaria ver a Noruega con otro punto, Carew esta muy solo arriba.

te invito a premier fever, nuevo articulo, saludos

Allan Machado disse...

Cadê o esquema do Roth?

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas