Santos versus Corinthians

O Corinthians venceu o Santos por 3 a 1 na Vila Belmiro e ampliou sua vantagem na final do campeonato paulista, já que pode até perder por dois gols de diferença no segundo jogo. Os gols foram de Chicão e Ronaldo (2).

O Santos teve mais posse de bola e jogou praticamente o tempo todo no campo de ataque, mas perdeu o jogo em uma bola parada e em dois contra-ataques.



Atuando no 4-3-3, variando para o 3-4-3. A linha defensiva foi formada por Luizinho pela direita (praticamente não sobe ao ataque e atua como terceiro zagueiro), Fabão, Fabiano Eller e Triguinho (que, na maior parte do tempo, atuou como ala pela esquerda. Dois volantes marcadores pelo centro (Pará e Germano) e um meia-armador (Paulo Henrique, o Ganso) que caia mais pela esquerda.

O ataque, dessa vez, não contou com a recomposição de meio-campo feita normalmente por Neymar (pela direita) e, principalmente, Madson (pela esquerda, às vezes trocando de posição com Neymar). O time não atuou no 4-2-3-1, que normalmente vinha apresentando, mas no 4-3-3 e no 3-4-3, porque o Corinthians jogou muito recuado e permitiu que os pontos jogassem enfiados.

O Corinthians jogou num 3-6-1 que, por vezes, se transformava num 5-4-1. O time começou o jogo com três volantes e, no final, estava com cinco. Se bem que, antes das substituições, Alessandro executou três funções: zagueiro pela direita (na maior parte do tempo), volante e lateral direito. Cristian foi o volante mais centralizado (por vezes sendo o terceiro zagueiro, quando Alessandro transformava-se em lateral), Elias, o volante pela direita e Morais cumpriu os papéis de volante pela esquerda e meia-esquerda.



Douglas armou pelo meio, Ronaldo ficou isolado no ataque e André Santos teve mais liberdade pela ala-esquerda (embora tenha se posicionado também como lateral-esquerdo, marcando Neymar por aquele setor).

Jorge Henrique, assim como Alessandro, também cumpriu três funções: atuou como lateral-direito (sua principal função), ala-direito e atacante pela direita. Como lateral, Jorge Henrique marcou Triguinho, que subiu muito ao ataque por aquele lado.
Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

4 comentários:

Fernando Abi-Acl disse...

Pelos melhores momentos percebi que Neymar quase não tocou na bola. Isso não significa que o jovem atacante é fogo de palha. Para mim ele foi muito bem marcado. O ataque do Santos até que tentou, mas foi barrado nas ótimas defesas do goleiro Corintiano.

Outro ponto que destaco é o meio-campo Santista. Acho fraco e que necessita de contratações. Santos é um grande time e merece jogadores bons. Não desmereço os que estão lá, mas acho que a equipe da Vila mais famosa fazer jus a coisa melhor no setor.

O Corinthians definiu o jogo em uma cobrança de falta e no oportunismo do atacante Ronaldo. Com o placar de 2 a 0 os jogadores do Santos ficaram nervosos e ansiosos para diminuírem e reverterem o marcador para terem tranqüilidade no jogo de volta, que será no Pacaembu.

Jogo minhas fichas no Corinthians, pois possui um elenco mais qualificado e tem o estrategista Mano, que desde quando assumiu o time do Parque São Jorge não perder nenhuma partida por mais de 3 gols de diferença, ou seja, dificilmente o Santos levanta o “caneco”, já que essa é a tarefa da equipe Santista. Difícil e quase impossível.

Sinceramente eu queria o clássico Palmeiras x Corinthians na final. Acho que o time do Luxa teria uma pequena desvantagem em relação ao Corinthians, mas a final seria mais emocionante, já que o Palmeiras possui jogadores com melhor técnica. Falar é fácil, né? Ehehe.. Na hora “H” eu poderia me enganar e pedir até mesmo a Portuguesa, que lutou muito para se classificar e não conseguiu. Só jogando para ver.

Boa sorte as equipes no próximo jogo e que ganhe o melhor, como em Minas Gerais.

Um abraço,
Fernando Abi-Acl.

Esquemas táticos disse...

Realmente, o Santos pressionou e teve mais posse de bola. Mas o Corinthians foi mais eficiente nas vezes em que subiu ao ataque. Obrigado pela visita.

Leo Santista disse...

Gostei muito do blog; altíssimo nível. Parabéns!

Sobre o Futebol Carioca disse...

muito bom.
esta afim de fazer parceria?

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas