CSKA Moscou 2 x 1 Besiktas. Análise tática

O CSKA Moscou venceu o Besiktas por 2 a 1, em Moscou, pela 2ª rodada da fase de grupos da Uefa Champions League. O esquema tático do CSKA foi o 4-1-3-2, com um centroavante e um segundo atacante mais pela esquerda; já o esquema tático do Besiktas foi o 4-1-4-1, que variava para um 4-2-3-1 defensivo.

Análise tática



O CSKA foi mais perigoso durante todo o jogo, mas não chegou a ter um domínio territorial da partida. O Besiktas, por sua vez, pouco chegou ao gol do CSKA. O 4-1-3-2 foi mantido durante todo o jogo, com os meias laterais da linha de três (Mark González pela esquerda, e Krasic pela direita) apoiando muito os dois atacantes pelos lados do campo.



O Besiktas levou o primeiro gol logo no início do jogo e o 4-1-4-1 com o qual a equipe iniciou a partida transformou-se num 4-1-3-2. Entretanto, ainda no primeiro tempo, o segundo atacante Holosko contundiu-se e foi substituído por Yusuf. O técnico Mustafá Denizli, então, voltou a utilizar o 4-1-4-1, mas também variando para um 4-2-3-1, o que tirou o já pouco poder do ataque turco. Em nenhum momento o Besiktas ameaçou a equipe russa durante o primeiro tempo. No segundo tempo, o Besiktas teve maior posse de bola, mas seguiu sem ameaçar o gol russo. Só conseguiu marcar seu gol no final da partida.



O meia-direito Krasic foi marcado por Ismail. Holosko cumpria a dura missão de ser um segundo atacante, meia aberto pela esquerda e responsável pela marcação do lateral-direito do CSKA Odiah. Tanto que ele se contundiu ao chegar atrasado na marcação de Odiah. Como dissemos, a correção desse problema de marcação, com a entrada de Yusuf como meia-esquerdo, acabou tirando ainda mais a força do ataque do Besiktas. O lateral-esquerdo Ismail foi o responsável por marcar Krasic.

O lateral-direito Ibrahim Kas apoiou muito o ataque e, quando subia, era coberto por Ernest ou Ekrem Dag, os volantes do Besiktas. Por isso, o lateral-esquerdo do CSKA, A. Berezutski não apareceu para apoiar, ficando responsável apenas por marcar Ibrahim Kas e Nihat. Nihat, aliás, que não fez uma boa partida, assim como os demais jogadores do Besiktas, com exceção de Ibrahim Kas e do meia-esquerdo Tello.

Do lado russo, os destaques foram o segundo atacante Dzagoev, Krasic e a dupla de zagueiros Ignashevitch (defensor pela esquerda) e V. Berezutski (defensor pela direita).

Leia também:

Sporting 1 x 0 Hertha Berlin. Análise tática.

AEK Atenas 1 x 0 Benfica. Análise tática.

Bayern de Munique 0 x 0 Juventus. Análise tática.

Arsenal 2 x 0 Olympiacos. Análise tática.

Barcelona 2 x 0 Dínamo Kiev. Análise tática.

Esquema tático do Manchester City.

Esquema tático do Lyon.

Esquema tático do Borussia Dortmund.

Esquema tático do Bayern de Munique.

Borussia 1 x 5 Bayern. Análise tática.

Roma 1 x 3 Juventus. Análise tática.

Esquema tático do Chelsea.

Manchester United 2 x 1 Arsenal. Análise tática.

Milan 0 x 4 Internazionale de Milão. Análise tática.

Esquema tático do Milan. Jogo contra o Siena.

Esquema tático da Internazionale de Milão. Jogo contra o Bari.

Esquema tático do Barcelona.

Esquema tático do Shakhtar Donetsk.

Esquema tático do Real Madrid. Jogo contra o Rosenborg.

Esquema tático do Real Madrid com Kaká e Cristiano Ronaldo.

Esquema tático do Wigan.

Esquema tático do Liverpool.

Esquema tático do Tottenham.

Esquema tático do Atlético de Madrid.

ESQUEMAS CLÁSSICOS. Holanda 2 x 0 Uruguai. Análise tática.

ESQUEMAS CLÁSSICOS. VÍDEO: Análise tática da Seleção Brasileira da Copa de 1982.
Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas