Com gol de Kaká, Orlando City empata com New York City na estreia da Major League Soccer



O meia-atacante Kaká marcou um gol no empate em um a um entre Orlando City (OC) e New York City (NYC). No geral, foi um jogo sem muitas emoções, com muita marcação, aplicação tática e pouco brilho dos jogadores. Mix abriu o placar para o NYC aos 30 minutos do segundo tempo e Kaká empatou a partida nos acréscimos. O brasileiro bateu falta e, após desvio na defesa, a bola entrou no canto, enganando o bom goleiro Saunders. O jogo também marcou a estreia do atacante espanhol David Villa pelo NYC.

O primeiro tempo foi de domínio quase completo do Orlando City. No segundo tempo, o New York City melhorou, criou jogadas perigosas, equilibrou o jogo e marcou o primeiro gol da partida aos 30 minutos da etapa final. Destaques para os jogadores Kaká, melhor do jogo, Shea, bom lateral esquerdo do OC, e Mix (NYC), armador que fez o primeiro gol da partida. Destaque também para o estádio absolutamente lotado e para o árbitro, que deu mais cartões amarelos por simulações do que por faltas (exceto por um carrinho do defensor Collin em David Villa). Observação: Kaká simulou duas faltas e não foi advertido.


É comum que times norte-americanos joguem no 4-4-2 em linha inglês. E foi desta maneira que o NYC se apresentou. A linha defensiva de quatro jogadores praticamente não se dissolveu durante toda a partida. O meio campo é muito parecido com o inglês. Os meias centrais da linha de quatro participam da armação de jogadas e avançam. Mix, autor do gol do NYC, é o armador e melhor jogador da equipe. Os meias abertos pelos lados avançam para a linha de fundo e também fecham em diagonal pelo centro para ajudar os atacantes. Os atacantes jogam ora paralelamente, ora verticalmente, com o espanhol David Villa à frente ou caindo pelos lados.

O Orlando City de Kaká joga no 4-2-3-1. Kaká é o meia-atacante centralizado na linha de três. Os dois volantes são marcadores e praticamente não avançam. Higuita, o segundo-volante, é quem mais sai, ainda assim, pouco. Os laterais, por outro lado, são mais ativos no ataque que os do New York. Shea, lateral esquerdo do Orlando, é habilidoso e bom no apoio. Os meais abertos Molino e Neal foram pouco efetivos e aceitaram a marcação dos laterais adversários. O centroavante Rivas fez muito pouco.


Kaká não apenas marcou o gol de empate, ele foi o melhor jogador da partida. No primeiro tempo, finalizou duas vezes com perigo. No total, o brasileiro deu cinco chutes a gol, dois no alvo, e sofreu três faltas. Comandando as ações na intermediária ofensiva, Kaká buscou tabelas, penetrações e bateu faltas e escanteios. Foi uma boa estreia de Kaká.

O próximo jogo do Orlando City será contra o Houston, fora de casa. O New York City jogará contra o New England em casa.
Inscreva-se no nosso canal no YouTube.

Curta nossa página no Facebook.

Adicione no Google +.

Siga-nos no Twitter.

O que achou da análise? Comente abaixo.
Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas