Guarani-PAR 0 x 2 Cruzeiro. Copa Libertadores da América

O Cruzeiro venceu o Guaraní do Paraguai por 2 a 0, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, pela fase de grupos da Copa Libertadores da América 2011. O esquema tático do Guaraní foi o 4-4-2 em linha. O esquema tático do Cruzeiro foi o 4-2-3-1.

Guaraní-Paraguai



O Guaraní entrou em campo no 4-4-2 com uma linha no meio-campo, variando para um 4-4-1-1. No jogo de ida, em Sete Lagoas, o Guaraní atuou no 5-3-1-1, numa retranca que não evitou a derrota por 4 a 0 para o Cruzeiro. Mesmo jogando em casa, o time jogou num esquema cauteloso e, novamente, não evitou a derrota.

O Guaraní variou seu esquema entre um 4-4-2 e um 4-4-1-1 com um meio-campo em linha. Os laterais apoiaram pouco e o time só se lançou ao ataque a partir da metade do segundo tempo.

O meia-direita Sosa foi o jogador mais ofensivo do meio-campo. No segundo tempo, foi para a esquerda e Hobecker, que entrou no lugar de Mendoza, passou a atuar na meia-direita.

O meia-atacante Ovelar aparecia como atacante quando o time tinha a bola e voltava para ajudar o meio-campo na marcação, à frente da linha de quatro, quando o Guaraní defendia.

O Guaraní, até esse jogo contra o Cruzeiro, não marcou sequer um ponto na Copa Libertadores e já entrou em campo desclassificado. Não acrescentou nada à competição.

Cruzeiro



O Cruzeiro atuou no 4-2-3-1, com Thiago Ribeiro como centroavante vindo da direita. Wallyson foi meia-atacante pela direita. O Cruzeiro empenhou-se pouco no jogo contra o Guaraní. O time já estava classificado antes de entrar em campo e, agora, busca o primeiro lugar no grupo e o primeiro lugar geral na Copa Libertadores.

Neste jogo, Gilberto foi mais lateral que ala, assim como Pablo foi mais lateral que zagueiro, como algumas vezes esses jogadores atuaram em 2011. Ambos atacaram pouco e foram bem no jogo. Com as mudanças de Cuca no segundo tempo, Gilberto passou a atuar como meia-esquerda com a saída de Roger.

Montillo, como tem sido comum nesse ano, atua centralizado caindo mais para a direita. Wallyson tem a obrigação de marcar o lateral-esquerdo adversário quando ele sobe e fechar em diagonal pelo centro, ou abrir pela ponta direita, quando o Cruzeiro recupera a bola.

Observou-se, também, que Thiago Ribeiro jogou como centroavante, mas também apareceu aberto pela esquerda. Ele muitas vezes saiu da esquerda em diagonal pelo centro, aparecendo como centroavante. Algumas vezes ele também acompanhou o lateral-direito adversário.

Na defesa, Victorino e Gil tiveram boa atuação, assim como os volantes Marquinhos Paraná e Henrique. O Cruzeiro mostrou falta de interesse pela partida e, mesmo assim, venceu por 2 a 0 com facilidade.

Siga @EsquemasTaticos no Twitter.









Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas