Esquema tático do Milan com Robinho e Ibrahimovic

O Milan estreou no Campeonato Italiano 2010-2011 no mesmo esquema tático utilizado na temporada passada. O técnico Massimiliano Allegri replicou o sistema tático utilizado por Leonardo mantendo Ronaldinho Gaúcho como atacante na esquerda, Pato como atacante na direita e Borriello como centroavante. As novas contratações podem, entretanto, mudar um pouco o desenho tático do time. Levantaremos algumas hipóteses para a nova formação do Milan com Ibrahimovic e Robinho, já contratados.



Na primeira rodada do Campeonato Italiano, o Milan venceu o Lecce por 4 a 0 no 4-3-3. O esquema é o mesmo de Leonardo, mas Allegri optou por um meio-campo com Seedorf pela esquerda na trinca de meio-campo. Leonardo também utilizou essa formação com Seedorf, mas preferia um meio-campo mais marcador, já que Pirlo não se destaca nesse quesito. Com Seedorf, o meio-campo fica mais criativo e, com as peças ofensivas disponíveis, é a melhor alternativa.

A opção pelo ataque, em pressionar o adversário no campo de defesa, é a melhor para o Milan porque, tirando o miolo de defesa, os demais defensores não são confiáveis, incluindo os goleiros. E estamos falando de todo o elenco disponível. Os laterais do Milan não ruins.

No ataque, Ronaldinho Gaúcho (esquerda) e Pato (direita) foram os atacantes pelos lados. Borriello, que deve deixar o time de Milão, foi o centroavante. Com a contratação de Ibrahimovic e Robinho, como ficaria o Milan? Vamos especular.

Milan com Ibrahimovic e Robinho no 4-2-3-1

Baseando-se no esquema tático utilizado contra o Lecce, podemos especular algumas formações do Milan com a entrada de Robinho e Ibrahimovic no time. A única certeza, a nosso ver, é que Ibrahimovic é titular porque não tem concorrente à altura na posição. A única hipótese seria o posicionamento de Pato como centroavante, como podemos ver abaixo.



Mas essa não é a mais provável. Embora possa ser uma formação utilizada em caso de suspensões e contusões. Vamos especular mais antes de chegar à formação que acreditamos ser a ideal levando-se em conta o elenco disponível.

Robinho poderia assumir a posição de Ronaldinho Gaúcho como atacante pela esquerda. Sabe-se que essa é a posição em que Robinho mais gosta de jogar. Além das contingências de uma temporada longa (suspensões e contusões), essa formação é mais ofensiva também. Num jogo em que precise atacar mais, sem se expor demais, pode-se utilizar Robinho e Pato pelos lados e Prince Boateng no lugar de Seedorf. Boateng tem mais condições físicas de fazer a dupla função de marcação forte no meio-campo e avanço ao ataque.



Embora goste de jogar pela esquerda, no Santos Robinho jogou como meia-atacante pela direita, por dentro, também ajudando Ganso no meio-campo. Assim, poderia entrar no lugar de Pato e, juntamente com Ronaldinho pela esquerda, formar um time menos incisivo no ataque, mas com mais toque de bola no meio-campo.



É bom lembrar, entretanto, que Pato está em ótima fase e dificilmente sairá do time. Desse modo, consideramos que o mais provável é que o técnico Massimiliano Allegri deve optar pelo esquema 4-2-3-1 e, com isso, acomodar todas as estrelas do time.



É um esquema ofensivo. Com ele, o Milan estará optando por jogar no campo do adversário, com muita posse de bola e, ao mesmo tempo, com um contra-ataque muito rápido puxado por Robinho, Pato e Ronaldinho Gaúcho. Pode-se, ainda, colocar Robinho no centro da linha dos três meias-atacantes, mantendo Ronaldinho Gaúcho pela esquerda.



Ronaldinho Gaúcho normalmente não se apresenta bem jogando pelo centro. Foi assim na Seleção Brasileira na Copa de 2006 e no próprio Milan, antes de Leonardo assumir o comando e colocá-lo na esquerda, onde se destacou no Barcelona. No meio-campo, com Ambrosini e Pirlo, repete-se a estrutura da Espanha na Copa 2010. Ou seja, um volante de marcação apenas (Ambrosini), como Sergio Busquets na Espanha, e um volante-armador (Pirlo), como Xabi Alonso. O problema é que nem Ambrosini tem o poder de marcação de Busquets nem Pirlo tem a força de Xabi Alonso, que marca pior que Busquets, mas é superior a Pirlo nesse quesito. Na armação, Xabi Alonso e Pirlo são equivalentes, embora Pirlo esteja na descendente.

A conclusão a que se chega é que o Milan terá que jogar no campo do adversário, com posse de bola e explorando também os contra-golpes, se quiser acomodar todas as estrelas. Será um ataque de respeito.

TWITTER: @esquemastaticos

Leia também:

Barcelona 3 x 1 Manchester United. Final da UEFA Champions League 2010-2011

ESQUEMAS CLÁSSICOS. Análise tática do Barcelona e do Manchester United campeões da Europa em 1992 e 1968. Vídeos, desenhos e animações gráficas

Sevilla 3 x 4 Braga. Análise tática. UEFA Champions League 2010-2011.

Naval 0 x 1 Porto. Análise tática. Campeonato Português 2010-2011.

Chivas Guadalajara 1 x 2 Internacional. Análise tática. Copa Libertadores 2010.

Universidad de Chile 0 x 2 Chivas Guadalajara. Análise tática. Copa Libertadores 2010.

Vélez Sarsfield 2 x 0 Chivas. Análise tática. Copa Libertadores 2010.

Mande o link desta análise para o seu twitter.






Bookmark and Share


Siga Esquemas Táticos no Twitter.
Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

R9magia disse...

Ola esquemastaticos,

Pensei muito nessa formação 4-2-3-1 com o quarto offensivo depois q foi confirmado a contratação do Robinho e do Ibra. Infelizmente, eu acho muito difícil jogar desta forma com successo no futebol moderno. O maior 'problema' seria o Pirlo. Ele é um jogador clássico e cerebral, ("deep lying playmaker") como eles são chamados na Inglaterra) como o xavi, iniesta, ou ate o guardiola nos tempos de jogador. Historicamente Essex tipo de jogardor precisa de dois jogadores no meio de camp ajudando na marcacao (por example pirlo sempre jog ou com o Gattuso/Ambrosini de um lado e o Seedorf do outro, o Xavi com o Iniesta/Deco e Edmilson). O pior êh q o Pirlo ja esta com 31, e realmente com pouca condição física de ter tanta responsabilidade na marcação.

Acho q a contratação foi ótima para o Robinho, mais tenho duvidas de como ele vai se encaixar no time.

Abraços

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas