Japão 1 x 0 Camarões. Análise tática. Copa do Mundo 2010

O Japão venceu Camarões por 1 a 0, no Free State Stadium em Bloemfontein, pelo grupo E da Copa do Mundo da África do Sul 2010. O esquema tático do Japão foi o 4-1-4-1. O esquema tático de Camarões foi o 4-3-3.

Japão



A seleção do Japão jogou no 4-1-4-1 com dois meias-atacantes (Okubo e Matsui) abertos que apareciam muito no ataque para auxiliar o atacante Honda. Com muita velocidade e aplicação tática, o Japão conseguiu tomar muitas bolas de Camarões ainda no meio-campo e puxar contra-ataques com seus meias-atacantes, principalmente Matsui.

A estrela Hasebe foi ofuscada pelas boas atuações de Matsui, Okubo e Honda. Na verdade, Hasebe atuou como um segundo-volante que chegava até a intermediária adversária para fazer levantamentos na área. Os laterais do Japão ficaram apenas no campo defensivo marcando os atacantes de Camarões.

Com a posse de bola, Okubo entrava em diagonal pelo centro e aparecia como atacante ao lado de Honda, que foi o único atacante puro da equipe. Matsui investiu nas jogadas de linha de fundo pela direita. Abe fez o pêndulo defensivo atrás da linha de meias.

Camarões



A seleção de Camarões jogou no 4-3-3 com apenas um volante de contenção. Makoun, que normalmente é volante de marcação, foi um meia pela centro-direita e Enyong Enoh foi um meia pela centro-esquerda. Nenhum dos dois conseguiu fazer, adequadamente, a criação de jogadas.

Na frente, só Eto'o voltava para ajudar na marcação. O atacante da Internazionale de Milão teve uma atuação apagada. Moting foi bem marcado pelo lateral Komano e pouco produziu. Webo, o centroavante, ficou perdido na marcação do miolo de zaga japonês.

Os laterais Assou-Ekotto (esquerda) e Mbia (direita) subiram bastante ao ataque, mas marcaram mal os meias-atacantes japoneses que caíam nos seus setores. Eles deixaram grandes espaços em suas costas para serem explorados por contra-ataques do Japão.

Perdendo o jogo, o técnico Paul Le Guen promoveu as entradas de Emana e Geremi para melhorar a criação no meio-campo e de Idrissou no lugar do improdutivo Moting. O time melhorou, mas não o suficiente para empatar o jogo.

Análise tática das seleções da Copa do Mundo 2010

Holanda 2 x 0 Dinamarca. Análise tática. Copa do Mundo 2010.

Alemanha 4 x 0 Austrália. Análise tática. Copa do Mundo 2010.

Sérvia 0 x 1 Gana. Análise tática. Copa do Mundo 2010.

Argélia 0 x 1 Eslovênia. Análise tática. Copa do Mundo 2010.

Inglaterra 1 x 1 Estados Unidos. Análise tática. Copa do Mundo 2010.

Argentina 1 x 0 Nigéria. Análise tática. Copa do Mundo 2010.

Coréia do Sul 2 x 0 Grécia. Copa do Mundo 2010. Análise tática.

Uruguai 0 x 0 França. Análise tática. Copa do Mundo 2010.

África do Sul 1 x 1 México. Copa do Mundo 2010. Análise tática.

Ouça podcasts com análises de especialistas entrevistados pela Rádio Esquemas Táticos.

Rádio Esquemas Táticos. Bate-papo com Tim Vickery, da BBC de Londres e da Sports Illustrated. Tema: Principais seleções da Copa 2010.

Rádio Esquemas Táticos. Bate-papo com André Rocha, do GloboEsporte.com. Tema: principais seleções da Copa 2010.

Rádio Esquemas Táticos. Bate-papo com Robert Sweeney. Tema: seleções sulamericanas na Copa 2010.

Rádio Esquemas Táticos. Bate-papo com Hugo Albuquerque sobre o Campeonato Brasileiro 2010.

Mande o link desta análise para o seu twitter.






Bookmark and Share
Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas