Esquema tático do Grêmio. Jogo contra o Atlético Mineiro

O Grêmio goleou o Atlético Mineiro por 4 a 1 no Olímpico, em Porto Alegre, pela vigésima rodada do Campeonato Brasileiro 2009, jogando no 4-4-2, com dois volantes marcadores e dois meias. Diferentemente do jogo contra o Flamengo, quando Réver atuou como líbero e os volantes tiveram mais liberdade para subir ao ataque, no jogo contra o Atlético Mineiro, o técnico Paulo Autuori voltou ao seu já tradicional 4-4-2, com dois volantes marcadores e dois zagueiros.

Análise tática

A defesa do Grêmio foi formada pelo zagueiro improvisado Thiego na lateral direita, Mário Fernandes como zagueiro pela direita, Réver como zagueiro pela esquerda e Bruno Collaço como lateral-esquerdo. Thiego teve atuação apagada, priorizando sua função defensiva e atacando pouco. Como tem sido usual, o lateral-esquerdo (no jogo contra o Atlético Mineiro, foi Bruno Collaço, mas em outros jogos foram Fábio Santos ou Jadílson) tem mais liberdade para atacar, contando com a cobertura de Réver e/ou Adílson.



Os volantes foram Túlio (direita) e Adílson (esquerda). No jogo contra o Flamengo, eles tiveram mais liberdade para apoiar o ataque, já que o time contava com apenas um meia-atacante (Douglas Costa). Contra o Atlético Mineiro, priorizaram a marcação e deram muita liberdade para os meias Souza (esquerda) e Tcheco (direita). Como já discutimos aqui inúmeras vezes, Souza é o condutor de bola, o jogador de velocidade do meio-campo, enquanto Tcheco é o armador que cadencia o jogo. Entretanto, as participações efetivas de Tcheco no Grêmio têm se restringido às (boas) cobranças de bola parada. Douglas Costa mostrou, no jogo anterior, mais empenho e velocidade, além de poder também fazer a função de terceiro atacante, caindo pela ponta esquerda.

No ataque, Jonas (direita) e Perea (esquerda) apresentaram uma boa movimentação e deram mais dinamismo e velocidade ao setor que Herrera e Maxi López, que são muito lentos e trombadores, mas podem ser utilizados em determinados jogos e situações de jogo que exijam maior combatividade ao ataque.

O principal ponto a ser observado no time do Grêmio é a eficiência na bola parada. Aliás, essa eficiência já é antiga. Tanto nas cobranças diretas quanto nos levantamentos para a área adversária.

Leia também:

Esquema tático do Atlético Mineiro. Jogo contra o Grêmio.

Esquema tático do Grêmio. Jogo contra o Flamengo.

VÍDEO: Esquema tático do Grêmio.

Todas as análises táticas do Grêmio.
Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas