Esquema tático do Milan. Pré-temporada

O Milan, sob o comando de Leonardo, perdeu ontem para o América do México por 2 a 1 no World Football Challenge, torneio nos Estados Unidos que está servindo como pré-temporada para Milan, América do México, Internazionale de Milão e Chelsea. O Milan jogou no 4-3-1-2, com um meia fazendo também a função de volante.

(Clique na imagem para ampliar)

Sem poder contar ainda com jogadores como Alexandre Pato e Pirlo, que disputaram a Copa das Confederações (embora Gattuso também tenha participado da competição da Fifa, ele esteve em campo), o Milan apresentou-se num 4-4-2 (4-3-1-2) pouco ousado e limitado na criação de jogadas.

A defesa contou com Jankulovski (lateral-esquerdo), Favalli (zagueiro pela esquerda), Alessandro Nesta (zagueiro pela direita) e Antonini (lateral-direito). Jankulovski praticamente não passou da linha do meio-campo, enquanto Antonini arriscou algumas subidas ao ataque. No geral, entretanto, a linha defensiva pouco se desfez.

O meio-campo foi um losango, com Gattuso como o volante mais recuado, Flamini como volante mais à frente e à direita, mas voltando muito para formar uma dupla com Gattuso à frente da defesa. Seedorf desempenhou as funções de volante e meia pela esquerda. Com a bola em poder do Milan, Seedorf abria na meia esquerda, dividindo o trabalho de criação no meio-campo com Ronaldinho Gaúcho, que posicionou-se na ponta ofensiva do losango. Ronaldinho tinha liberdade de deslocar-se no meio e no ataque, mas Flamini pouco apareceu como meia-direito, como Seedorf fez pela esquerda.

Na frente, Inzaghi (esquerda) e Zigoni (direita) foram os atacantes. Inzaghi movimentou-se e recebeu mais bolas que Zigoni, muito apagado durante a partida.

O Milan mostrou muitas dificuldades para criar jogadas de ataque porque os volantes Gattuso e Flamini limitam-se à marcação. Além disso, Seedorf ficou muito sobrecarregado tendo que voltar como volante quando o time perdia a bola e aparecer como meia quando o time atacava. Ronaldinho Gaúcho melhorou muito em relação à temporada passada, mas foi inúmeras vezes desarmado com facilidade e não auxilia na marcação. O esquema tático pouco dinâmico também contribuiu com o mau desempenho da equipe. Os jogadores, mal física e tecnicamente, não se movimentaram e ficaram muito presos ao posicionamento estabelecido por Leonardo. Se não ocorrerem mudanças no elenco e na disposição tática (excessivamente defensiva), o time terá muitas dificuldades na temporada 2009-2010.

Ler também:

Esquema tático do Milan.

VÍDEO: análise do esquema tático do Barcelona.

VÍDEO: Esquema tático do Manchester United.

Análise tática do Manchester United Campeão Inglês 2009.

Análise tática do Barcelona Campeão Espanhol 2009.

Análise tática da Internazionale de Milão Campeã Italiana 2009.

Análise tática do Wolfsburg Campeão Alemão 2009.

Vídeo: esquema tático do São Paulo.

* Fiz a mesma análise para o blog português Portal Futebol, onde podem ser encontradas notícias de clubes europeus e as capas dos principais jornais da Europa.
Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas