Esquema tático do Fluminense

O Fluminense perdeu do Avaí (3 a 2) jogando no 3-4-2-1, que pode se transformar num 4-3-2-1 quando um dos zagueiros ocupa a posição de volante pela esquerda. Como os dois meias-atacantes podem se transformar em atacantes quando o time tem a bola, poderíamos dizer que o time tem momentos de 4-3-3.

(clique na imagem para ampliar)

A defesa do Fluminense atuou com três zagueiros na maior parte do tempo. Luiz Alberto pela esquerda, Edcarlos pela direita e Wellington Monteiro pelo centro. Wellington Monteiro apareceu algumas vezes como volante pela esquerda, atuando paralelamente a Diguinho, mas um pouco mais recuado. Como o esquema tático do Fluminense é variável, Diogo (direita) e Augusto (esquerda) não têm total liberdade para subir como alas e nem a obrigação de voltar sempre para marcar.

O meio-campo tem Diguinho como volante pela direita, Marquinho como meia pela esquerda, e Conca e Thiago Neves como meias-atacantes. Como foi dito, Wellington Monteiro pode aparecer como volante pela esquerda, liberando Marquinho e obrigando Diogo e Augusto a atuarem como autênticos laterais.

No ataque, Fred é o centroavante e conta com o apoio de Thiago Neves e Conca, que se transformam em atacantes quando o time ataca. Como são meias de origem, as jogadas de ataque acontecem em forma de tabelas pelo centro, jamais pelas pontas. Esse sistema tático só é possível porque Fred (embora em má fase) tem qualidade técnica para tabelar pelo centro do ataque. Mas o jogo fica muito centralizado, facilitando o trabalho da defesa adversária.


Leia também:

Esquema tático do Avaí.

Análise tática de Goiás 2 x 2 Fluminense. Copa do Brasil.

Esquema tático do Fluminense.
Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

Anônimo disse...

Como o Marquinho não tem qualidade suficiente para ser o armador do time, acaba ficando quase sem função neste esquema. O Wellington Monteiro joga boa parte do tempo ao lado do Diguinho, com os laterais jogando como laterais de fato. Uma idéia seria trazer o Thiago Neves para armar, abrir o Conca mais para o lado esquerdo e substituir o Marquinho por um meia-atacante que atue pela direita, talvez o Maicon.

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas