Espanha 1 x 0 Iraque - Análise tática

A Espanha venceu o Iraque por 1 a 0 na Copa das Confederações jogando variando sua formação tática do 4-3-3 para o 4-4-2. O Iraque iniciou o jogo no 5-4-1 com e, a partir da metade do segundo tempo, modificou levemente o sistema tático adotadando uma linha de três no meio e dando liberdade para um dos meias laterais de maneira alternada.

Análise tática

A Espanha começou o jogo no 4-3-3, com Fernando Torres (direita), David Villa (centro) e Mata (esquerda) no ataque. No primeiro jogo, contra a Nova Zelândia, a Espanha adotou o 4-4-2, com o meia-esquerdo Riera jogando bem aberto pelo lado esquerdo. O problema do ataque espanhol foi o afunilamento das jogadas, uma vez que o Iraque jogava com uma linha de cinco jogadores na defesa. Numa das poucas vezes que o selecionado espanhol tentou as jogadas de linha de fundo, fez o único gol da partida.



Uma outra alteração em relação ao primeiro jogo foi o apoio tímido do lateral-esquerdo Capdevila, enfraquecendo ainda mais as jogadas pelos lados. Xavi teve liberdade de atuar por todo o meio-campo para armar a equipe. Cazorla ficou mais avançado na faixa direita do meio-campo. Xabi Alonso foi o volante marcador, mas chegou muitas vezes ao ataque para finalizar de fora da área.

O Iraque, por sua vez, armou uma linha defensiva de cinco jogadores, sendo que um deles (Khalid) se movimentava em toda a defesa para cobrir os demais defensores ou dava o primeiro combate à frente dos zagueiros.



O meio-campo formava uma linha com quatro jogadores, com uma pequena liberdade para que os meias laterais pudessem auxiliar o único atacante do time (Zahra).

Ficou claro que os três jogadores do ataque espanhol ficavam espremidos entre as duas linhas iraquianas e recebiam poucas bolas. Tanto que Vicente del Bosque, a partir da metade do primeiro tempo, recuou Mata para o meio-campo para povoar o setor e forçar algum jogador da defes iraquiana a sair de trás para marcar os meias espanhóis.


Leia também:

Esquema tático da Espanha.

Esquema tático da Nova Zelândia.

Esquema tático do Brasil.

Esquema tático de Portugal.

Esquema tático da Holanda.

Esquema tático da Noruega.

Esquema tático da Argentina.

Esquema tático do Uruguai.

Esquema tático da Colômbia.

Esquema tático da Albânia.

Esquema tático do Egito.

* Fiz a mesma análise para o blog português Portal Futebol, onde podem ser encontradas notícias de clubes europeus e as capas dos principais jornais da Europa.
Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas