Grêmio x Boyacá Chicó

O Grêmio venceu o Boyacá Chicó por 3 a 0 e é o time com a melhor campanha da primeira fase da Copa Libertadores da América.



Contra o Boyacá Chicó, o Grêmio jogou no 3-5-2 tradicional — ou 3-1-4-2, já que contou com um volante de contenção e dois meias. Na defesa, três zagueiros: Rever pela esquerda, Rafael Marques pelo centro e Léo pela direita. No meio, dois alas: Ruy pela direita e Fábio Santos pela esquerda; um volante de marcação (Adílson) e dois meias (Souza mais à frente e Tcheco mais recuado, como segundo volante, mas revezando com Souza). No ataque, Jonas e Maxi Lopes.

Veja também o post Esquema tático do Grêmio, onde aprofundo a análise to time.
Share on Google Plus

Sobre Esquemas Táticos

Marcelo Costa, jornalista e mestre em Sociologia. Editor do site Esquemas Táticos e do Esquemas Clássicos (www.esquemasclassicos.blogspot.com).
    Blogger Comment
    Facebook Comment

8 comentários:

Yan disse...

normalmente o gremio usa o 3-5-2 mesmo?

Esquemas táticos disse...

Esse esquema foi usado pelo Celso Roth, o técnico anterior.

Vinícius Guerreiro disse...

Não esquece que o Rever faz papel de libero, se adianta um pouco para cobrir os volantes e deixa os outros zagueiros na sobra. Não vi todo o jogo mas geralmente ele faz issos nos jogos do Grêmio. Nota-se alguma movimetação assim?

Esquemas táticos disse...

Vinícius, você está certo. O Rever realmente é o zagueiro que fez a saída de bola, mas principalmente pela esquerda da defesa. Abraços e obrigado pela visita.

Fabrício - reciQlagem disse...

Acompanho todos os jogos do tricolor e na minha opinião o esquema básico do Grêmio é o 3-5-2, mas ele se transforma em 4-4-2 em alguns momentos durante os jogos:
O Rever nunca atua como "líbero" (livre), ele vira volante conforme orientação do técnico para desafogar a saída de bola. Como stopper pela esquerda ele costuma subrir conduzindo a bola (assim como o Leo), como elemento surpresa, mas não como líbero.
Outra formação de 4-4-2 é com o Leo na lateral direita (semelhante ao Bolivar no Inter), Rever na quarta-zaga e Rafa Marques na central, liberando o Ruy (ou Makelelê - o Ruy retornou ontem) para compor o meio pela direita.
Eu acho que o Grêmio precisa retirar um zagueiro e colocar mais alguém no meio, pois com três a saída de bola fica comprometida e o Tcheco não tem condições físicas de cobrir grande espaço, prejudicando na marcação.
Ah, parabéns pelo blog, gosto muito do Blog do Carlão tb (www.carlospizzatto.blogspot.com).
Abrasssss

Fernando Abi-Acl disse...

Gostei muito do jogo.
A equipe gaucha jogou bem!

Agora tem a vantagem de decidir em casa se chegar até a decisão. Ano passado o Fluminense se classificou da mesma forma e soube aproveitar bastante a vantagem de decidir no Rio de Janeiro. Espero que o Gremio faça o mesmo.

Gostei da movimentação dos laterais. Jadilson entrou bem e com motivação.

Para o brasileiro é um fortissimo candidato.. juntamente com São Paulo, Inter e Cruzeiro. Quem sabe o Corinthians corra por fora.

Vitor Hugo Baqueta disse...

Belo blog! Análises perfeitas e muito bem estruturadas. Parabéns pelo trabalho.
Vitor Hugo Baqueta
www.blogdobaqueta.blogspot.com
um abraço a todos!

Hugo Albuquerque disse...

Acho que o Grêmio se preciptou na demissão do Roth. Ainda assim, o time conseguiu chegar a essa excelente colocação no piloto automático. Penso que é um dos bons times para o nacional e um dos favoritos à Libertadores.

NEWSLETTER DO ESQUEMAS TÁTICOS

Receba a Carta Tática, Newsletter do site Esquemas Táticos com atualizações e informações exclusivas gratuitas